sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Teu Poema

Descubro um verso
escrito por ti
uma dedicação
para quem te pertence

Algo revelado
buscado em letras simbolizadas
precisas em conjunções
transcritas pela alma
jogada em prosas

Assim me alegrei
quando vi
que meu nome
trazia no papel.


leo durval

2 comentários:

DALVANI disse...

no âmago adormecido, versos transcritos e simbolizados, poemas que falam de sentimentos, algo filosófico entranhado na alma...
versos rústicos ainda nao lapidados no meu entendimento.
só posso afirmar que são profundos e que me tocam.
grande beijo.

GRAÇA GRAÚNA disse...

...beleza de poema, Leo. Grande sensibilidade. Com abraçares, Graça Graúna