sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Cego


Cego estava
quando apareceste
cego por desobediência
cego eu estava


Pude assim
permanecer nesta cegueira
longe de ti
perto de ti
cego eu estava


Foi assim
duvidei do meu juízo
duvidei em não voltar
até hoje
cego permaneço.



leo durval

Um comentário:

Duh Franzen disse...

"duvidei do meu juízo
duvidei em não voltar
até hoje
cego permaneço."

E quem não e cego em algum momento da vida...
Belo post